Relacionamento acabou Google x Huawei

Relacionamento acabou Google x Huawei depois da Google suspender Android em uma verdadeira guerra, vamos contar todos os detalhes aqui em nosso site venha saber mais a parti de agora.
Semana já começou com outro capítulo da guerra comercial dos Estados Unidos, quando o Google proibiu a Huawei de muitos de seus serviços, incluindo suporte para Android, por fontes nos bastidores. Atualmente, as próprias empresas retornam ao público para falar sobre isso, o que nos oferece informações suficientes para projetar quais podem ser as conseqüências imediatas da suspensão.

Leia Também

Aplicativo para criança – Baixar

Download Play Store Pro – Baixar APK Grátis

Bem, primeiro de tudo, o próprio Google confirmou os rumores e também disse que está “revisando as implicações” da exportação de licenças de tecnologia para a Huawei. “Nós tendemos a garantir que, desde que atendamos às necessidades do governo dos EUA, serviços como o Google Play e a segurança do Google Play Protect podem continuar a figurar no seu dispositivo Huawei existente.”

Veja o que aconteceu Relacionamento acabou Google x Huawei

Ou seja, a medida atualmente deve afetar muitos recursos avançados, como a utilização da pesquisa Big Giant. Isso tudo acontece sob as acusações de espionagem que o governo Trump mantém perante as empresas chinesas e também as extensões de todos os aplicativos, mercadorias e serviços afetados não são conhecidos.

Da mesma forma, parece que essa proibição deve afetar ainda totalmente as novas unidades de aparelhos Huawei. Com relação ao presente e também ao recente, com a escassez gradual de atualizações, o fim do sistema operacional nesses modelos é iminente em um futuro próximo – o prazo aparentemente é de um ano.

Huawei já contém um “Organizar B” para isso há alguns anos

A própria Huawei voltou dizendo que pode continuar a suportar todos os dispositivos de suas marcas. “A Huawei continuará a fornecer atualizações de segurança e serviços de vendas para todos os tablets e smartphones Huawei e Honor existentes, cobrindo todos aqueles já vendidos ou disponíveis em todo o mundo”.

E lá vai entrar um “Plano B” que está dentro da manga dos chineses há mais de três anos. Em 2016, a empresa empregou ex-funcionários da Nokia para trabalhar em seu próprio sistema operacional, o que seria simplesmente uma alternativa caso o Google tornasse as coisas difíceis. O EMUI tem muitas conexões com os serviços do Yankees, no entanto, poderia já ter evoluído para versões que tenham integração com plataformas chinesas, como software de e-mail ou calendários próprios.

Este ano, em março, com o aumento da tensão entre a China dos Estados Unidos, o tema voltou à pauta. Na época, o CEO Richard Yu disse que estava desperto para os desafios e, embora gostasse de “operar com ecossistemas”, como o Google e a Microsoft, já existem softwares diferentes para uso nas interfaces de seus produtos. No entanto, não há confirmação de substituição do Android.

Algumas questões que permanecem no ar

Agora é necessário esperar para entender como o assunto se desdobrará. E algumas perguntas permanecem no ar. O Google não estaria dando “um esforço no pé”, já que seu objetivo é exatamente manter sua presença em tantos dispositivos quanto possível? O que exatamente é o “Set up B” da Huawei?

Como é a subsidiária da Honor em toda essa história? E não seria hora de todas as senhoras chinesas virem junto com seu próprio sistema operacional e todas deixarem o suporte do Google ainda? O que é que a chegada da 5G em todo o mundo, desde que a Huawei é o maior fornecedor global de equipamentos de rede para a nova geração de rede móvel?

Fonte: The Verge


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *